sábado, 14 de novembro de 2009

Contatos virtuais, Contatos Humanos...

Houve um tempo por eu ser sempre a favor do contato humano, evitava e muito a internet, usava para rápidas pesquisas e quase que exclusivamente para emails, na época nem entrei no orkut que era a febre do momento, eu afirmava que a internet afastava as pessoas, mas atualmente tenho percebido que a mesma como tudo na vida, tem os seus pros e contras. Hoje tenho facebook, twitter, 3 blogs pois adoro escrever e aposentei "quase" todos os meus cadernos rss, através dos mesmos tenho contatos especiais e que me alimentam muito, principalmente os musicais, não desmerecendo os demais. Agora afirmo que a internet tem unido e muito as pessoas, e que também ajuda as mesmas dividirem e administrarem melhor as milhares de informações que chovem nas mídias, nos emails, é impossível ler, seguir e entender tudo. Então o lance agora é "Procurar a sua nova turma", reciclar idéias, estilos musicais, pensamentos e crescer em todos os sentidos, ir subindo aos poucos os degraus da nova fase da vida, temos que nos mexer, arriscar, perder/ganhar, acreditar/duvidar, simplesmente viver, eis um game com fases que raramente se repetem ;)
O Lance é aproveitar o tempo, a fase, e não deixar o tempo passar sem perceber, agora que o Fefê está com 5 aninhos, ele é bem mais companheiro, adoramos viajar juntos, adoro aprender com as pequenas e grandes fantasias e sacadas dele e o cara me faz pensar quando vem aquela advertência de baixo prá cima rss. Resumindo ele é um mochileiro expert, sempre é o primeiro a arrumar as malas, adora farras, festas, bagunças, de vez em quando combinamos viagens de última hora e ele finaliza: - nossa mãe, adoro essas viagens radicais rss

So let's enjoy the life !!!

Distração: Compositor(es): Christiaan Oyens e Zélia Duncan
"Se você não se distrai, Não descobre uma nova trilha, Não dá um passeio, Não rí de você mesmo...
http://www.youtube.com/watch?v=5tiR7A-4_J4


Ultimamente constatei que existe a possibilidade de um acesso direto com seres humanos mais assediados, aqueles que você mal imaginava um dia trocar palavras, e que com um simples gesto, um simples email você consegue um contato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário