segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Adoro escrever

sobre contato humano, pequenos gestos e tudo que envolva a magia da vida. Que sempe seja sempre possível postar os meus antigos textos e divulgá-los no meu atual blog.

Como anda investindo o seu tempo ? Veja essa matéria...

(Texto na Revista do Jornal O Globo)
Martha Medeiros

Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe, filha e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado, decido o cardápio das refeições, cuido dos filhos, marido (se tiver), telefono sempre para minha mãe, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos e ainda faço as unhas e depilação!

E, entre uma coisa e outra, leio livros.

Portanto, sou ocupada, mas não uma workholic.

Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.

Primeiro: a dizer NÃO.

Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás.

Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.

Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros.

Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.

Você não é Nossa Senhora.

Você é, humildemente, uma mulher.

E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo.

Tempo para fazer nada.

Tempo para fazer tudo.

Tempo para dançar sozinha na sala.

Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.

Tempo para sumir dois dias com seu amor.

Três dias.

Cinco dias!

Tempo para uma massagem.

Tempo para ver a novela.

Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza.

Tempo para fazer um trabalho voluntário.

Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.

Tempo para conhecer outras pessoas.

Tempo para voltar a estudar.

Tempo para engravidar.

Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado.

Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.

Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.

Existir, a que será que se destina?

Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.

A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.

Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si.

Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!

Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.
Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.

Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.
Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores.

E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante


Martha Medeiros - Jornalista e escritora

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

É bom quando conseguimos nos comunicar além da comunicação padrão...

e ter a certeza que somos ouvidos pela simples resposta de um email carinhoso, this is the message: A incrível arte de encontrar pessoas especiais em nossa vida!! E é isso que fica. E é isso que é importante! By FMCM

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Um truque de luz...

Lembrando do filme que assisti ontem...muita poesia sobre o nascimento do cinema. "Um truque de luz", uma hora e meia de história sobre o co-criador cinematográfico Max Skladanowsky, simplesmente sensacional, da Win Wenders Collection. Adorei rever o flipbook. Recomendo, vale muito a pena, boa noite a todos, beijos ;)

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Seres humanos...

Somos semelhantes e às vezes nos estranhamos...

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Gentileza

http://www.youtube.com/watch?v=mpDHQVhyUrY

http://www.youtube.com/watch?v=Dny57BwrNLw


Gentileza
Marisa Monte

Apagaram tudo
pintaram tudo de cinza
a palavra no muro ficou coberta de tinta
apagaram tudo
pintaram tudo de cinza
só ficou no muro tristeza e tinta fresca

nós que passamos apressados
pelas ruas da cidade
merecemos ler as letras e as palavras de gentileza

por isso eu pergunto a você no mundo
se é mais inteligente o livro ou a sabedoria

o mundo é uma escola
a vida é um circo
amor palavra que liberta
já dizia um profeta

apagaram tudo
pintaram tudo de cinza
só ficou no muro tristeza e tinta fresca
por isso eu pergunto a você no mundo
se é mais inteligente o livro ou a sabedoria

o mundo é uma escola
a vida é um circo
amor palavra que liberta
já dizia um profeta

Bolacha da "Oi"

domingo, 20 de setembro de 2009

Isso sim é contato humano...

Mesmo tendo rolado numa ambiente virtual, identifiquei como contato humano e estou refletindo com mensagens postadas no facebook.

ACABO DE SAIR DE UMA CASA ENORME, E ESTOU MORANDO PROVISORIAMENTE NUM GRANDE QUARTO NA CASA DE UMA AMIGA. ME REDIMENSIONEI. ESTOU CABENDO EM 16 METROS QUADRADOS. EU, MINHA HISTÓRIA, E MINHAS FERRAMENTAS DE TRABALHO. QUANTO MENOS ESPAÇO FÍSICO EU PREC...ISO PRÁ SOBREVIVER, MAIS EU PERCEBO A IMENSIDÃO DA ALMA !

"Passando pelo processo inverso. Tive que encolher e agora estou lentamente aprendendo o espaço." Pita Araujo

talvez seja o primeiro passo para esvaziar a mente e abrir espaços para novas maneiras de ser, boa sorte, e lembre-se de que é passageiro,

"Quanto menos mais...Liberdade." - Luiz Cavalli

"Engraçado a gente demorar tanto pra perceber, na vida, que precisamos de muito pouco pra viver.E viver bem.Viver simples.Gosto muito desse conceito. Adyel Silva

Meu anjo! Somos dois, to morando na sala de um casal de amigos, o espaco cada vez menor, e a alma.... sempre melhor! - nada ' e mais verdadeiro q o simples! ADOOOOOORO! Milena Gusso

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Livro

Viciada no livro "Amor em minúsculas" do Francesc Miralles, bjs

domingo, 13 de setembro de 2009

A felicidade é como a borboleta...






Fotos tiradas na Pousada Rivas - Natal RN - Agosto/2009

Música

Se a música fosse apenas uma combinação de sons, não ocuparia um espaço tão grande na vida dos homens. Porque a música é uma janela do espírito, uma força capaz de envolver e transformar quem a ouve, ela acompanha o ser humano na sua caminhada pelo mundo. Livro "O som do silêncio" - Luiz Carlos Lisboa - Pág 23

Vale a pena refletir...

É fácil culpar os outros. Mas a vida não precisa de juízes A questão é sermos razoáveis...Nando Reis

sábado, 12 de setembro de 2009

Quem manda na casa, by Fefê

Frase do Fefê ontem prá D. Nazareth eu sei que minha mãe manda na casa, mas quando eu tiver 200 anos eu que vou mandar kkkk

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Nem acredito que estou encontrando a minha turma

Conheci pessoas maravilhosas hoje, e terminei a noite bem feliz, era para ser somente um happy e por pouco não rolou aquela esticadinha básica e que quase virou uma balada daquelas que não tem hora prá acabar, resumindo resultou numa sincronicidade incrível, muito assunto legal, contato humano, boas gargalhadas, troca de experiências, muitas músicas vivas dentro de cada um, muito acolhimento, respeito e muita afinidade, parecia que nos conhecíamos há muito tempo, e concluímos com toda essa nova experência que somos da mesma turma e já combinamos vários programas, entre eles cineminha no sabadão a tarde, combinar de ver a exposição de fotos no shopping iguatemi e uma festinha na casa do novo amigo no sábado a noite, bora viver mais intensamente e agora com as pessoas certas, né ?

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Lá longe...aqui perto

Talvez aquilo que percebemos "lá longe" seja o que precisamos ver "aqui perto"...vou prestar atenção.
Anne Wilson Schdef

Mais um encontro verdadeiro

Mais um encontro verdadeiro com uma pessoa mega especial, MW, que resultará em um Projeto Especial. Esse encontro foi regado a uma crepizza extremamente gostosa , empanadas deliciosas, boas risadas, ótima histórias, almas mais leves, licores como cortesia e prá fechar a noite com um toque bem doce e especial, nada mais nada menos que uma amazing panqueca de doce de leite argentina, hummm, agora é só pedir pro papai do céu e pros anjinhos uma boa noite de sono e ótimos sonhos, boa noite Zzzzz ;)

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Segunda Feira ensolarada, bora passear ;)

Mais uma do Fefê

Ontem ele acordou e foi prá minha cama, combinei de dormimos mais uns 20 minutinhos, ele ficou comigo mais um pouco, depois pulou da cama e disse: - Acorda Bela Adormecida, demos muitas risadas ;)

domingo, 6 de setembro de 2009

Domingo musical








Aproveitei o final do domingo ouvindo algumas músicas, deitei no chão da sala contemplando aquele céu de final de tarde maravilhoso e peguei alguns dos meus cds antigos, que gostoso ouvir e lembrar do passado, uma viagem muito louca, uma reconexão musical, muito bom ouvir Legião Urbana, lembro muito dos amigos do Colégio Caetano de Campos, bons tempos, e gosto muito dessas partes:

A minha escola não tem personagem
A minha escola tem gente de verdade
Alguém falou do fim do mundo,
O fim do mundo já passou
Vamos começar de novo:
Um por todos, todos por um.

O sistema é mau, mas minha turma é legal
Viver é foda, morrer é difícil
Te ver é uma necessidade
Vamos fazer um filme.

E hoje em dia, como é que se diz: "Eu te amo."?

Legião Urbana
Vamos fazer um filme

sábado, 5 de setembro de 2009

Procura-se colo !

Interferências...

Quando eu ficava bem concentrada num certo assunto, e alguém me tirava dessa vibe, antes eu ficava bem puta por perder a linha de raciocínio e ter que começar tudo novamente...que trabalhão né ? Mas aos poucos aprendi que temos que permitir essas interrupções, e acreditem são benéficas, somos muitos bitoladas, nos culpamos e nos cobramos muito e uma uma simples pausa, um descanso mental, alguns respiros mesmo que breves são super bem vindos, e quando voltarmos prá nossa linha de raciocínio voltamos bem mais leves para uma conclusão mais rápida daquele assunto tão complicado naquele caos do pensamento. Espero que possamos cada vez mais nos permitir esses exercícios, para que os nossos pensamentos fluam mais livremente e assim consequentemente bem mais criativos.

Tempo

Mas não vou mais deixar passar o tempo sem sentir o que ele faz. Nando Reis