domingo, 28 de junho de 2009

Coisas leves...

"No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não conseguiu levar". Mário Quintana

Mensagem recebida

"Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que
trazem algo que aprendemos a amar.
Por isso não devemos chorar pelo que foi tirado e sim, aprender a amar
o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se
vai para sempre."

Bob Marley

sábado, 27 de junho de 2009

Preguiças Day

Decretei greve aos afazeres diários, hoje sabadão, solzinho tímido, afirmei nossa hoje está um dia bem convidativo ao "preguiças-day", então fui somente ao mercado e preparei o meu almoço e do Fefê, e aderi à uma greve interna virtual. E que delícia... agora são 17:00 e me dei conta que desconectei quase o dia inteiro, me sinto mais leve, relaxada, renovada e até com um soninho gostoso, mas prá comemorar essa greve eu e o Fefê decidimos fazer um piquenique com muitos amigos "Bonecos dele" aqui na nossa varanda até o Homem Aranha apareceu rsss, como é bom se conectar com as pequenas coisas, vejam as fotos, a bagunça do piquenique ainda está armada, estão servidos ? Ainda sobraram algumas guloseimas, quero continuar sempre com essa criança interna viva e que ela sempre sopre idéias doces e travessas.

A greve de hoje tem a ver com o que escrevi ontem no facebook: "Acredito que seja necessário criarmos um vazio para que a vida possa ser preenchida com novas experiências"

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Budismo

Budismo, uma nova filosofia de vida. Chegamos atrasados na reunião, mas ainda ouvimos 2 relatos, bem interessantes. Prestei atenção aos mínimos detalhes, recitei o Daimoco/Daimoko ?, e curti esse encontro. Após os relatos algumas leituras sábias, elevadas e para reflexões e após algumas considerações sobre os temas lidos, relatados e dúvidas dos convidados e membros.
Meu primeiro encontro Budista foi extremamente positivo, super interessante, dinâmico, agradável, com almas bem especiais e finalizando com um belo café, humanizando ainda mais esse encontro. Pude sentir novamente de perto a presença do contato humano entre um grupo de pessoas e adoro isso. Voltarei na próxima semana, quero conhecer mais sobre essa filosofia, deu vontade de visitar novamente o Templo Zulai.

A virtude de esperar enquanto o tempo não pára...

Recebi um convite para conhecer o Budismo, uma nova filosofia de vida, e aceitei uma carona, combinei de esperar a minha amiga umas duas quadras de casa, mas como odeio atrasar preferi sair logo de casa, no meio do caminho recebi um torpedo da minha amiga avisando que ela se atrasaria um pouco, mas, anyway como eu ia a pé, preferi diminuir as passadas e continuei andando na nada bela Av: Bandeirantes, parei em frente à Churras Fogo de Chão, dei boa noite aos Manobras e aos Funcionários da Churras e fiquei aguardando pela Flá, a cada exatos 05 minutos eu olhava no relógio e a ansiedade batia a porta e eu tentando controlá-la,mas não conseguia ficar sem fazer nada, no meio de tanta coisa acontecendo, pois eu só estava em uma das mais movimentadas avenidas de São Paulo, tentei ler uma revista mas a iluminação estava péssima, e aquele barulho ficando cada vez mais presente, aí liguei prá Alexandra que estava com puta cólica, Êta mulherada que sofre sô rss, na sequência liguei prá Vivi, batemos um papo rápido e logo após a Elisa me ligou e a mesma disse: - Nossa você não sabe quem morreu. - E eu perguntei quem ? - Ela disse o Michael Jackson, morreu de parada cardíaca. - Aí retruquei caramba, putz logo agora, não ia rolar um show dele em Londres ? Blá, blá, blá... aí a correria do lado de lá parou o nosso papo, desliguei o celular e essa última chamada me fez parar, silenciar e refletir por uns instantes, parecia um sonho...repentinamente todo o barulho insano da Bandeirantes, aquela trilha paulera misturando os fxs sonoros dos caminhões em má conservação, buzinas, motos, pessoas falando alto e gargalhando, latido de cachorros, som alto dos carros entre outros ruídos...foi mutada, enfim pude sentir uma serenidade no meio do caos, pude provar como o silêncio também soa positivo. Pude sentir algo estranho mas extremamente especial mas não sei nomeá-lo. Após tal acontecimento senti uma limpeza e organização no meu hd, deletei documentos antigos, salvei algumas referências, organizei algumas prioridades, me encantei com os últimos acontecimentos, separei algumas fotos, priorizei os telefones e os retornos das ligações, emails e torpedos atrasados dos amigos presentes, me orgulhei tanto do filho que tenho, da qualidade de vida que conquistei recentemente, dos novos amigos que cruzaram o meu caminho, dos recentes convites recebidos, das propostas ouvidas, do meu atual momento profissional, do contato humano com as pessoas, com meus novos objetivos, dos investimentos pessoais e do meu amadurecimento, hoje não é qualquer um que me tira do sério e rouba o meu precioso tempo, rsss. Nessa pequena experiência pude concluir mentalmente uma edição do último clip ocorrido na minha vida, unindo, recliclando, excluindo, organizando e salvando as situações, ações, fatos, experiências e pendências da minha vida, pude perceber que recebemos inúmeras informações diárias, solicitações, diversos emails, telefonemas, pedidos de help, diversos afazeres, que nos deixam mais sufocados, atarefados e no automático e que a cada dia nos deixamos atrás de muitos "sim" e que precisamos ter coragem e um pouco de vontade de dizer mais "nãos" dando parâmetro ao próximo, independente de quem ele seja, pois o dia tem somente 24 horas e a nossa carga horária está cada vez mais sem limites. E assim conquistaremos aos poucos um pouco mais de espaço para respirarmos melhor, re-organizarmos nossas mentes, nos respeitarmos, nos ouvirmos, que sejamos um pouco mais leves, criativos e que seja possível sermos donos de pelo uma horinha só nossa, exclusiva, sem interferências externas, ou seja desliguem tudo: celular, email, torpedo, pager, msn, orkut, facebook, etc. Marque um encontro com você ou se sentir sozinho leve o silêncio junto, posso garantir que será uma experiência incrível !

Quando cheguei em casa depois de tudo que rolou ainda me questionei. Pensei o que estaria rolando naquele momento do silêncio, com os meus amigos, colegas, conhecido e familiares. Qual seria a mensagem recebida ? Amor ou rejeição ? Ausência ou presença ? Doença ou cura ? Riqueza ou pobreza ? Nascimento ou óbito ? Alegria ou tristeza ? Paz ou guerra ? Fidelidade ou traição ? Contratação ou demissão ? Uau que mix de palavras, soltas no ar ! Serão riscos ou oportunidades ? Contrato ou Distrato ? Amadurecimento, crescimento ? So Freud explica !
Lembrei da virtude de aprender a esperar e porque não ? Senti uma vontade imensa de escrever peguei o meu caderno e comecei a relatar tal experiência, escrevi alugmas frases, e acordei do sonho, meu celular tocou era Flá, me ligou e estava chegando, esbocei mais algumas palavras para não esquecer e eis a minha viagem sonora e silenciosa ao mesmo tempo, hope you enjoy it !

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Coragem

Esta é a arte da coragem: ver as coisas como elas são e ainda acreditar que a vitória reside não naqueles que evitam coisas ruins, mas naqueles que provam, com plena consciência, cada gota do que é bom. Victoria Lincoln

Um sorriso, um aceno com a cabeça no elevador, alguns minutos de tranquilidade - isso é provar cada gota do que é bom !

Oceano

O oceano nunca se cansa do fluxo e refluxo das marés. Tenho algo a aprender com o oceano.
Autor desconhecido.

domingo, 21 de junho de 2009

Por que tantas mudanças ?

Por que tantas mudanças ? Será devido ao reflexo da crise ? Uma transformação astral ? Um novo posicionamento dos planetas ? O derretimento das geleiras ? O aquecimento global ? O crescimento das conversas virtuais e consequentemente a diminuição do contato humano ?
No meu caso questionei e cheguei a conclusão de que cultivo a curiosidade sadia, principalmente a profissional...Espero que eu nunca me cure dessa curiosidade ;)
Agora consigo perceber o que me torna mais criativa, produtiva, madura, alegre e como é possível levar a vida um pouco mais leve na "Casa da Mãe Joana" escolhida, ou seja em cada local de trabalho, e assim também perceber os pontos opostos, aqueles que me prejudicam, me sufocam, me enganam, me calam, me entristecem, me desmotivam, me invadem, me transbordam com tantas informações desnecessárias...e aí com tudo isso, eu tenho em mãos um novo roteiro e nesse eu me transformo numa mestre cuca, como sou uma aprendiz, leio algumas referências e pego cuidadosamente todos os ingredientes que participaram da minha vida e que serão usados na preparação, então escrevo a receita ( os resultados são incríveis, a maioria funciona e dá uma bela mistura que alimenta muito bem a nossa alma ) bem vamos voltar a receita, eu pondero a quantidade, dou uma equilibrada nos ingredientes, dou uma bela temperada, mexo tudo cuidadosamente, adiciono um pouco mais de cores, dou uma pitadinha de sal pois ele que dá um tempero especial na nossa vida, ops e não posso esquecer do ingrediente principal o Amor, faço tudo com amor e lembrem-se "All you need is love"- The Beatles, e agora com tudo finalizado, a nossa obra de arte será levada ao forno, lá com o tão sábio tempo será transformada de uma simples massa crua à uma deliciosa experiência sólida. E a cada dia, semana, mês, ano arquivarei experiências relevantes e realizarei novas receitas e tentarei degustar o que existe de melhor em cada experiência, até porque sempre existe algo positivo em cada situação que vivemos, raramente enxergamos, mas existe ! Quando estamos mais tranquilas, abertas, mais serenas, numa vibração "x", conseguimos captar pequenos sinais ( que sempre inicialmente desconfiamos ) e aos poucos percebemos mais esses detalhes mágicos, e é tão bom quando conseguimos ouvir nosso sopro interior, e o melhor ainda é ouvir e colocar esse sopro em prática, dá aquele puta frio na barriga, mas no final o resultado é muito prazeroso, comprovem ! Às vezes o melhor é começar com aquela simples frase citada pela atriz no filme Vicky Cristina Barcelona, ela disse: - Eu ainda não sei o que quero, mas sei o que eu não quero... Então sugiro uma viagem interior e consequentemente uma lista dos desejos, mas começando pelas coisas que nós não queremos e com certeza chegaremos a uma conclusão, afirmo que chegaremos a descobrir pelo menos parte das coisas que realmente queremos.
Isso me fez lembrar de algo que li, era mais ou menos assim: A consciência é igual um cachorro vira-lata. Ele deixa você passar, mas você não consegue impedí-lo de latir. E às vezes ela começa a latir prá chamar nossa atenção. Pensem nisso !

sábado, 20 de junho de 2009

Sinto Encanto

..Ninguém sabe tudo, nada é perfeito, eu escuto fora com o ouvido de dentro, eu me alimento do meu silêncio.

Ambição by Rita Lee

"Eu quero matar a vontade
Enquanto tenho saúde e idade
Fazer um pouco de tudo
Manter a alma
Pra poder ganhar o mundo"

Família by Felipe Apolinário


Esse é o Fefê, veja a nossa família. Eu e o Fefê num belo dia ensolarado.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Como uma onda no mar

Como uma onda no mar
Lulu Santos
Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi
um dia
Tudo passa, tudo sempre
passará
A vida vem em ondas,
como um mar
Num indo e vindo
infinito

Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente viu há
um segundo
tudo muda o tempo todo no
mundo

Não adianta fugir
Nem mentir pra si mesmo
agora
Há tanta vida lá fora
Aqui dentro sempre

Como uma onda no mar

Como uma onda no mar

Como uma onda no mar

Essas imagens me alimentam...





domingo, 14 de junho de 2009

Finalzinho de domingo e após muitos jogos...


Esse é o Fefê acabado depois de uma tarde de domingo brincando...


Loucura...

Que a minha loucura seja perdoada porque metade de mim é amor e a outra metade também.
Oswaldo Montenegro.


Poema original - "Metade" (Oswaldo Montenegro)
http://www.youtube.com/watch?v=yWu2iAaAJUc&feature=related

Que a força do medo que tenho
não me impeça de ver o que anseio
que a morte de tudo em que acredito
não me tape os ouvidos e a boca
porque metade de mim é o que eu grito
mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe seja linda ainda que tristeza
que a mulher que amo seja pra sempre amada mesmo que distante
porque metade de mim é partida
mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
apenas respeitadas como a única coisa
que resta a um homem inundado de sentimentos
porque metade de mim é o que ouço
mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
se transforme na calma e na paz que eu mereço
e que essa tensão que me corrói por dentro
seja um dia recompensada
porque metade de mim é o que penso
mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste
e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável
que o espelho reflita em meu rosto num doce sorriso
que eu me lembro ter dado na infância
porque metade de mim é a lembrança do que fui
a outra metade não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
pra me fazer aquietar o espírito
e que o teu silêncio me fale cada vez mais
porque metade de mim é abrigo
mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta
mesmo que ela não saiba
e que ninguém a tente complicar
porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
porque metade de mim é platéia
e a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
porque metade de mim é amor
e a outra metade também.

terça-feira, 9 de junho de 2009

De volta ao passado...



Sempre soube que seria atendimento rsss

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Que dia maravilhosooooo




Vamos apreciá-lo pelo menos por alguns instantes e deixar que a nossa mente crie um espaço para a nossa criatividade fluir livremente.


Lembrei de um poema de um autor desconhecido:
"A Vida"
A vida é uma oportunidade, agarre-a
A vida é uma beleza, admire-a
A vida é uma aventura, saboreie-a
A vida é um sonho, faça dele realidade
A vida é um desafio, enfrente-o
A vida é um dever, cumpra-o
A vida é um jogo, jogue-o
A vida é preciosa, cuide bem dela
A vida é uma riqueza, conserve-a
A vidaé amor, goze-o
A vida é um mistério, penetre-o
A vida é uma promessa, cumpra-a
A vida é uma tristeza, supere-a
A vida é um hino, cante-o
A vida é um combate, aceite-o
A vida é uma tragédia, enfrente-a
A vida é uma aventura, ouse-a
A vida é felicidade, mereça-a
A vida é a vida, defenda-a

domingo, 7 de junho de 2009

Que lua maravilhosa....

E ao ouvir essa música a noite ficou ainda mais maravilhosa

Amor prá recomeçar
Frejat

http://www.youtube.com/watch?v=aaeRGCyxtMk

Poema Original

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.E que se não for, seja breve em esquecer.E que esquecendo, não guarde mágoa.Desejo, pois, que não seja assim,Mas se for, saiba ser sem desesperar.Desejo também que tenha amigos,Que mesmo maus e inconseqüentes,Sejam corajosos e fiéis,E que pelo menos num delesVocê possa confiar sem duvidar.E porque a vida é assim,Desejo ainda que você tenha inimigos.Nem muitos, nem poucos,Mas na medida exata para que, algumas vezes,Você se interpele a respeitoDe suas próprias certezas.E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,Para que você não se sinta demasiado seguro.Desejo depois que você seja útil,Mas não insubstituível.E que nos maus momentos,Quando não restar mais nada,Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.Desejo ainda que você seja tolerante,Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,Mas com os que erram muito e irremediavelmente,E que fazendo bom uso dessa tolerância,Você sirva de exemplo aos outros.Desejo que você, sendo jovem,Não amadureça depressa demais,E que sendo maduro, não insista em rejuvenescerE que sendo velho, não se dedique ao desespero.Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor eÉ preciso deixar que eles escorram por entre nós.Desejo por sinal que você seja triste,Não o ano todo, mas apenas um dia.Mas que nesse dia descubraQue o riso diário é bom,O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.Desejo que você descubra ,Com o máximo de urgência,Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.Desejo ainda que você afague um gato,Alimente um cuco e ouça o joão-de-barroErguer triunfante o seu canto matinalPorque, assim, você se sentirá bem por nada.Desejo também que você plante uma semente,Por mais minúscula que seja,E acompanhe o seu crescimento,Para que você saiba de quantasMuitas vidas é feita uma árvore.Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,Porque é preciso ser prático.E que pelo menos uma vez por anoColoque um pouco deleNa sua frente e diga "Isso é meu",Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.Desejo também que nenhum de seus afetos morra,Por ele e por você,Mas que se morrer, você possa chorarSem se lamentar e sofrer sem se culpar.Desejo por fim que você sendo homem,Tenha uma boa mulher,E que sendo mulher,Tenha um bom homemE que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,E quando estiverem exaustos e sorridentes,Ainda haja amor para recomeçar.E se tudo isso acontecer,Não tenho mais nada a te desejar ". "Desejo" - Vitor Hugo

Letra adaptada
Amor prá recomeçar
Eu te desejo não parar tão cedo Pois toda idade tem prazer e medo E com os que erram feio e bastante Que você consiga ser tolerante Quando você ficar triste Que seja por um dia, e não o ano inteiro E que você descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero Desejo que você tenha quem amar E quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar Pra recomeçar Eu te desejo, muitos amigos Mas que em um você possa confiar E que tenha até inimigos Pra você não deixar de duvidar Quando você ficar triste Que seja por um dia, e não o ano inteiro E que você descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero Desejo que você tenha quem amar E quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar Pra recomeçar Eu desejo que você ganhe dinheiro Pois é preciso viver também E que você diga a ele, pelo menos uma vez, Quem é mesmo dono de quem Desejo que você tenha a quem amar E quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar Eu desejo que você tenha quem amar E quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar.Pra recomeçar.Eu te desejo não parar tão cedo Pois toda idade tem prazer e medo E com os que erram feio e bastante Que você consiga ser tolerante Quando você ficar triste Que seja por um dia, e não o ano inteiro E que você descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero Desejo que você tenha quem amar E quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar Pra recomeçar Eu te desejo, muitos amigos Mas que em um você possa confiar E que tenha até inimigos Pra você não deixar de duvidar Quando você ficar triste Que seja por um dia, e não o ano inteiro E que você descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero Desejo que você tenha quem amar E quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar Pra recomeçar Eu desejo que você ganhe dinheiro Pois é preciso viver também E que você diga a ele, pelo menos uma vez, Quem é mesmo dono de quem Desejo que você tenha a quem amar E quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar Eu desejo que você tenha quem amar E quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar.Pra recomeçar..

sábado, 6 de junho de 2009

Texto maravilhoso que recebi semana passada

Sem palavras...


Viva a Tristeza!


"Não, não vou falar mal da tristeza, não seria justo. Eu devo a ela minhas profundidades, minha imaginação, minha volta por cima. Graças a ela vislumbrei coisas importantes para mim. Músicas que várias pessoas conhecem. Cartas, textos, coisas que ninguém vai ler, mas que me serviram em algum momento. Mergulhei no pôr-do-sol, uivei prá lua, encostei a cabeça na janela naquele dia de chuva e ouvi a música mais linda do mundo.

Num dia triste, me sentindo fora do planeta, fui ao cinema e vi "Blade Runner". Num dia soturno fui caminhar na praia e vi a onda mais azul, o céu mais infinito e o horizonte mais perfeito. Num dia triste li e reli Fernando Pessoa e não me senti só.

Num dia assim triste uma criança correu e abraçou as minhas pernas, cutucou minha esperança, me confundiu com alguém querido e me fez ligar para alguém que eu amava.

Num dia cinza eu me senti viva e quis virar lápis de cor.

Num dia oco eu procurei motivos novos e antigos pra me preencher de novo e foi até divertido.

Num dia assim-assim trouxe um cachorrinho prá casa, que virou meu maior menor companheiro.

Num dia tristíssimo procurei por você e sua voz me encheu de sorrisos o resto do dia.

No dia mais triste do mundo eu perdi um amigo. No dia seguinte, ainda triste, agradeci por ter tido um dia um amigo que me valesse tanto.

Num dia infinitamente triste eu cantei, minha voz era a voz da tristeza que percorria o meu corpo. E fiz um monte de gente feliz.

E também para que não percamos o poder de ação, precisamos olhar para a tristeza, precisamos nos indignar com ela, precisamos desejar a alegria genuinamente. Com essa mania de corrigir tudo no computador, acabamos facilitando nossa fragilidade diante de tudo. Ortografias, fotos, cores, sorrisos, a vida vai virando um show de Trumman de verdade!

Você ouve uma voz, mas não tem certeza se foi corrigida ou não, vê uma foto, mas não sabe se há silicone, injeções ou Photoshop, lê um texto e a autoria fica vagando pelos sites.

Um olhar positivo sobre a vida é sempre fundamental, mas, neste mundo em que vivemos, ter como exigência o riso é quase uma falta de respeito... Ou de consciência. Sei lá, vejo as pessoas querendo morrer de rir, muitas só vão ao teatro só se for comédia, e isso me assusta um pouco. Se não entrarmos em contato com as consistências das coisas e suas eventuais tristezas, como podemos acreditar na alegria quando ela vem?"
(Zélia Duncan)

Tudo pode dar certo, novo filme Woody Allen

Mas antes de postar o que li na revista Serafina Folha/SP quero explicar porque não postei nada na semana que passou, a mesma foi mega corrida e repleta de mudanças e toques especiais que serão postadas aos poucos, pois preciso ter calma, tempo, carinho para expressar tamanhas experiências que mexeram tanto comigo, mas que só tenho a agradecer ;)

Vamos a matéria: "Ô da Poltrona" que fala sobre o novo filme "Tudo pode dar certo" e também fala sobre outros assuntos:
Ao ler a matéria dessa figura cinematográfica, concluo que além de criativo, inteligente e um pouco louco ( afinal todos nós somos um pouco ) essa figura se respeita, e é muito humana.

Não há nada errado com nada, desde que ninguém se machuque. Vivemos numa sociedade que quer que você se comporte apropriadamente. Ninguém tem o direito de dizer o que é certo ou errado. Importante é tentar ser feliz, seja com uma pessoa, um cachorro ou uma coleção de selos. A vida já é uma jornada bem dura. Woody Allen.