sábado, 31 de janeiro de 2009

Pipoqueira










Acordei, tomei o meu café da manhã, atualizei meu blog secreto, li o meu jornal, ouvi as minhas músicas preferidas, ouvi algumas músicas novas, recliclei o meu repertório, esperei o Fê acordar, adiantei algumas coisinhas do dia-a-dia, brinquei um pouco com o Fefê, vimos pela milésima vez o filme Kung Fu Panda juntos e o coloquei para tomar um banho gostoso. Nessa rápida pausa senti uma vontade de brincar com a minha câmera fotográfica, nós mudamos recentemente, e amanhã fará uma semana, e eu ainda não tinha tirado nenhum foto da natureza, a vista da janela da nossa sala é amazing, well, comecei a brincadeira e fiz várias fotos maravilhosas, fotografei algumas árvores, algumas plantas, fiz algumas composições ( com prédios, pessoas e algumas sutilezas ) e questionei: - Caramba, como tudo isso é possível ? Seres vivos, perdendo espaço, se adaptando ao crescimento da Metrópole, cedendo cada vez mais, morrendo, sofrendo, se machucando, nascendo, seguindo o ciclo da vida, mas o que mais me chamou a atenção e me impressionou são as cores fortes e vivas transmitidas por cada planta, cada árvores, cada flor e fico feliz por poder me conectar com esse universo tão puro e ouvi um grito abafado de cada uma delas, tipo: eu tô aqui, me dá um pouco d'água, converse um pouco comigo, sinta a minha energia, perceba a minha diferença ( nas folhas, nas cores, nas texturas, no cheiro, etc ), sinta o meu amor, acredite que isso é possível ! Após esse encontro, selecionei algumas fotos, e aqui divido com vocês, e peço que prestem mais atenção aos pequenos sinais da vida, prestem atenção aos seres que nos cercam, principalmente aqueles que não possuem o dom da palavra, e saibam que esses são os que conseguem nos tocar mais intimamente nessa correria gerada no dia-a-dia, então...Ame, Respeite, Cuide, Viva ! Decidi sentar para escrever pois tudo começou a pipocar na minha mente, imaginei a minha mente como uma pipoqueira, e os milhos já estavam lá dentro, e aos poucos pude ouvir os estouros e sentir cada palavra penetrando em minha alma, apaziguando e aquecendo o meu coração, foram elas: Fé, Amor, Saúde, Beleza, Simplicidade, Acolhimento, Perdão, Carinho, Respeito, Vida, Prazeres, Paixão, Sonhos, Alegria, Energia, Harmonia, Criação, Intuição, Realização, Confiança, Troca, Divisão, Conquistas, Investimentos, Mudanças, entre outras que não consigo lembrar, pois sabem que quando começa a pipocar é difícil ouvir todos os estouros, mas creio que pude capturar os mais importantes, pelo menos para mim. Well a pipoca está pronta, estão servidos ?

P.S. Que experiência maravilhosa, nunca pude imaginar esse exercício da pipoqueira.

Voltei a sair ontem, e vi um quadro que me chamou atenção e nele estava escrito...

Bar
Bebed con alegria
Amad con maestria
Que de eso se trata la vida
Bienvenidos

Quanto tempo

Vejam que letra boa para refletirmos e que música gostosa para começarmos o dia
nos permitindo ouvir uma música mais serena penetrando em nossas almas.



"Quanto tempo" - Doces Cariocas
http://www.youtube.com/watch?v=sYdUMjBdalc&feature=related

Quanto tempo dura a sua fé
Com o bolso rasgado
Sem chão nem telhado

Sem garfo e colher
quantos dias vive um amor
num barco virado
sem remo nem vela
vai contra a maré

Quantas noites você vai virar
pra encontrar a meia lua
quanta estrela você vai contar
pra saber qual é a sua

Quantos passos você tem que dar
gastando sapato
andando de carro
sem samba no pé
quantos dias sem um cafuné
suporta um homem
debaixo de um teto
com sua mulher

Quantos doces você vai comer
pra voltar a ser criança
quantos quilos você quer perder
pra gostar dessa balança

Quantas marés de aquário
podem chegar ao mar
quantas asas você vai cortar
para então renascer e aprender a voar
o vento é que vai soprar

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Num aconchegante café, eu me fiz essa simples pergunta: - O que eu preciso ?



Eu preciso respeitar os sinais enviados pelo universo
Eu preciso curtir mais os pequenos prazeres da vida
Eu preciso de música
Eu preciso de sol
Eu preciso de vida
Eu preciso de cores
Eu preciso de você
Eu preciso de carinho
Eu preciso aprender mais com meu filho
Eu preciso de amor
Eu preciso de mais encontros verdadeiros
Eu preciso de acolhimento
Eu preciso de respeito
Eu preciso errar mais
Eu preciso de menos opiniões alheias
Eu preciso segurar melhor as rédeas da minha vida
Eu preciso ouvir muito e falar pouco,
Eu preciso de uma viagem interior
Eu preciso ouvir atentamente o silêncio
E finalmente eu preciso sorrir mais, mesmo que me achem uma tola !

domingo, 11 de janeiro de 2009

Aprendendo a enxergar as vantagens do trânsito em SP




É díficil se desligar do trânsito em São Paulo, por isso dirijo cantarolando, sempre uso a música como muleta em cada percurso que preciso realizar nessa cidade, a música é minha eterna companheira, algumas vezes me transporta prá outro lugar, que viagem mais gostosa e muitas vezes sem querer dá aquela levantada no astral. Dependendo do local, ainda aproveito o farol fechado ou o cruzamento travado, para registrar tudo com a minha câmera do celular, como essas fotos que tirei na Funchal com a JK, o céu estava maravilhoso, vejam que presente que o trânsito me concedeu.