sábado, 31 de janeiro de 2009

Pipoqueira










Acordei, tomei o meu café da manhã, atualizei meu blog secreto, li o meu jornal, ouvi as minhas músicas preferidas, ouvi algumas músicas novas, recliclei o meu repertório, esperei o Fê acordar, adiantei algumas coisinhas do dia-a-dia, brinquei um pouco com o Fefê, vimos pela milésima vez o filme Kung Fu Panda juntos e o coloquei para tomar um banho gostoso. Nessa rápida pausa senti uma vontade de brincar com a minha câmera fotográfica, nós mudamos recentemente, e amanhã fará uma semana, e eu ainda não tinha tirado nenhum foto da natureza, a vista da janela da nossa sala é amazing, well, comecei a brincadeira e fiz várias fotos maravilhosas, fotografei algumas árvores, algumas plantas, fiz algumas composições ( com prédios, pessoas e algumas sutilezas ) e questionei: - Caramba, como tudo isso é possível ? Seres vivos, perdendo espaço, se adaptando ao crescimento da Metrópole, cedendo cada vez mais, morrendo, sofrendo, se machucando, nascendo, seguindo o ciclo da vida, mas o que mais me chamou a atenção e me impressionou são as cores fortes e vivas transmitidas por cada planta, cada árvores, cada flor e fico feliz por poder me conectar com esse universo tão puro e ouvi um grito abafado de cada uma delas, tipo: eu tô aqui, me dá um pouco d'água, converse um pouco comigo, sinta a minha energia, perceba a minha diferença ( nas folhas, nas cores, nas texturas, no cheiro, etc ), sinta o meu amor, acredite que isso é possível ! Após esse encontro, selecionei algumas fotos, e aqui divido com vocês, e peço que prestem mais atenção aos pequenos sinais da vida, prestem atenção aos seres que nos cercam, principalmente aqueles que não possuem o dom da palavra, e saibam que esses são os que conseguem nos tocar mais intimamente nessa correria gerada no dia-a-dia, então...Ame, Respeite, Cuide, Viva ! Decidi sentar para escrever pois tudo começou a pipocar na minha mente, imaginei a minha mente como uma pipoqueira, e os milhos já estavam lá dentro, e aos poucos pude ouvir os estouros e sentir cada palavra penetrando em minha alma, apaziguando e aquecendo o meu coração, foram elas: Fé, Amor, Saúde, Beleza, Simplicidade, Acolhimento, Perdão, Carinho, Respeito, Vida, Prazeres, Paixão, Sonhos, Alegria, Energia, Harmonia, Criação, Intuição, Realização, Confiança, Troca, Divisão, Conquistas, Investimentos, Mudanças, entre outras que não consigo lembrar, pois sabem que quando começa a pipocar é difícil ouvir todos os estouros, mas creio que pude capturar os mais importantes, pelo menos para mim. Well a pipoca está pronta, estão servidos ?

P.S. Que experiência maravilhosa, nunca pude imaginar esse exercício da pipoqueira.

Um comentário: