terça-feira, 7 de junho de 2011

José e Pillar

Ontem falei nesse filme e hoje ele não consigo parar de pensar nele, aproveitando anexei uma consideração do Saramago sobre sua demissão

http://www.youtube.com/watch?v=X0tNzq6PXyA

Demitido, Saramago resolve dedicar-se apenas à literatura, substituindo de vez o jornalista pelo ficcionista: "(…) Estava à espera de que as pedras do puzzle do destino – supondo-se que haja destino, não creio que haja – se organizassem. É preciso que cada um de nós ponha a sua própria pedra, e a que eu pus foi esta: "Não vou procurar trabalho", disse Saramago em entrevista à revista Playboy, em 1988.

Nenhum comentário:

Postar um comentário