domingo, 19 de setembro de 2010

Cenas do nosso cotidiano

No caminho para a padaria vi um morador de rua no chão, ele estava dormindo, mas mesmo assim muitas palavras ecoavam próximo dele, percebi a composição do espaço que ele ocupava e senti que mesmo em silêncio ele falava mais alto, vejam:





Lembrei dessa música Andar com fé - Gilberto Gil,
http://www.youtube.com/watch?v=7Z7mbciqIIE&feature=related

...A fé tá na maré
Na lâmina de um punhal

Ô-ô
Na luz, na escuridão

Andar com fé eu vou,
que a fé não costuma "faiá"

Nenhum comentário:

Postar um comentário