quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Belo post da Sylvia Araujo

Ao longe, uma melodia suave serenava - flautas transversas e violinos em dueto, conversavam poesia sobre rosas-chá. Falavam emocionados do brilho das estrelas e do coaxar dos sapos, como quem fala de champagne e caviar - ela embevecida, ouvia.
Sylvia Araujo

No more words ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário