domingo, 1 de março de 2009

O som do coração, esse é foda ! Foi o primeiro filme que me fez chorar após o nascimento do Felipe, mais precisamente 4 anos depois.

Um dia peguei o Fefê, meu tão esperado filho e fomos à locadora, só que desta vez não aluguei somente o filme de animação para ver junto com ele com geralmente o fazia, desta vez me permiti ver um filme inteiro novamente, a minha vida estava de ponta cabeça, tipo aqueles brinquedos do Hopi Hari, mas quando o mesmo voltava para o estado original a engrenagem continuava fora dos eixos, minha vida estava fora dos trilhos, comparando a minha mente a esse brinquedo radical, parecia que as coisas ficavam ainda mais misturadas dentro da minha mente depois de qualquer ação/experiência. Aos poucos com a ajuda de um excelente profissional, o Flávio, e mais ou menos 02 anos de trabalhos semanais juntos pude começar a ver tudo mais nítido novamente, separar as coisas, as pessoas, os problemas, resgatar a auto estima, aprender a priorizar o lazer, etc. Inicialmente me sentia como um cego que não enxergava nada, mas aos poucos fui convidada para explorar um mundo bem mais interessante e colorido. O filme August Rush/O Som do coração, me marcou e muito. Me identifiquei muito com o pequeno August que ama música mesmo sem saber do que se trata tal magia. Esse ficará registrado na minha memória, esse filme também entrará nos créditos dessa nova fase da minha vida. Esse eu indico sem medo. August Rush/O Som do Coração com aquele garoto do Sexto Sentido, vale a pena.
Direção: Kirsten Sheridan
Roteiro: Nick Castle e James V. Hart, baseado em estória de Paul Castro e Nick Castle

Acredito que esse foi realmente produzido para as pessoas que tem a alma aberta e gigante e que podem captar a energia e o sopro dos anjos através das notas musicais, efeitos, melodias, etc. There´s music in the wind and sky. Can you hear it ? And there´s hope. Can you feel it ? I can !
The music mysteriously appears in my life and the magic of every sound touch me a lot.
Musical Flower

"I believe in music the way some people believe in fairy tales," August says. Open your heart and listen. You´ll believe, too.
August Rush

Nenhum comentário:

Postar um comentário